quarta-feira, 29 de maio de 2013

Já há 2 semanas que não tenho hidroginástica.
Houve um problema na caldeira, que se arrasta e arrasta e nunca mais.
Tenho sentido muita falta da água e do meu exercício físico.
Espero que aquilo se resolva rápido, porque as minhas costas já se começam a queixar.


BOM DIAAAAAA




terça-feira, 28 de maio de 2013

Começo a acreditar

Que este ano não vai haver Verão, dias quentes, um sol radioso e calor.
O dia de hoje está mesmo feio, frio, vento, e já pingou por aqui.
Estou mesmo cheia de frio.
O tempo também anda com uma crise.


Desafio 12 meses


Maio: Sol



segunda-feira, 27 de maio de 2013

O fim-de-semana

Foi de festa.
A minha sobrinha fez aniversário e teve direito a festa surpresa.
A Pimpolha delirou com tudo o aparato e no final a sobrinha adorou.
Apesar de não estar com uma disposição daquelas, foi uma festa divertida e ajudou a pensar noutras coisas.
E foi muito bom ver a alegria das minhas pequenas  uma já não tão pequena quanto isso, mas que para mim vai ser sempre a minha menina.



Desafio das Cores





sexta-feira, 24 de maio de 2013



Obrigada pelas mensagens que tem deixado, pela força, pelo carinho.
Obrigada por tudo.
Sabe bem ouvir palavras carinhosas, miminhos, beijinhos, nem que sejam virtuais.
É muito bom saber que estão sempre por aqui para ouvir-me e para me darem um bocadinho do vosso tempo.
Obrigada do fundo do coração.

No dia de subir à balança

Não tem sido nada fácil.
A balança não reflecte o que tenho feito.
Tenho seguido uma dieta sem cometer loucuras, os doces acabaram, só mesmo ao sábado é que cometo um pecadito, mas já não é nada como era.
Tenho tido muita força de vontade e há dias, que nem sei como não começo a comer como se não houvesse amanhã.
Há dias que me custa, outros nem por isso.
Mas está a ser inglório, porque não vejo grandes resultados, ou seja, tenho perdido peso, nas ultimas 3 semanas perdi, mas tão pouco, sem falar na semana que engordei.
Enfim, vou continuar para ver o que dá.
A verdade é que a idade conta muito, há uns anitos, alguma vez se comesse um gelado, um bolo ou uma caixa de bombons, ganhava algumas gramas, nem pensar.




quinta-feira, 23 de maio de 2013

A vida é muito injusta

É só o que me ocorre dizer desde ontem, e hoje na consulta da minha mãe, quando tive a confirmação do que eu nem imaginava, aliás, tentei sempre pensar o melhor, que não era nada, e afinal.
A minha mãe tem um linfoma, a minha mãe, que já sofreu tanto, que nunca teve descanso na sua vida, que sempre ajudou tudo e todos e agora com a idade que tem, na sua velhice, ainda tem que passar por mais este sofrimento.
E ela ainda não sabe de nada, pois a a médica só falou comigo.
Mas a minha mãe, apesar de não saber ler nem escrever, sabe bem o que se passa, sabe onde estava e o que anda a fazer.
Agora vou ter que falar com ela, para que ela na próxima consulta já saiba o que se passa, e para se preparar que vai começar a quimioterapia.
A minha mãe, mas porquê?
Já não chega de sofrimentos, de privações, de tristezas.
Há cerca de 6/7 anos foi a minha irmã, agora a minha mãe.
Vou ter que falar com os meus irmãos, mas como se diz uma coisa destas.
Estou de rastos, sei que vai começar uma etapa muito complicada para a minha mãe, que ela vai sofrer muito, pois ela não é pessoa de estar parada.
Mas vai correr tudo bem, e como a médica disse e eu também já o sei, a minha mãe é muito corajosa e é uma grande mulher.
E isto é apenas um susto, que vai passar rapidamente.


quarta-feira, 22 de maio de 2013

Há dias

Que mais valia não sair da cama.


Filme


Sinopse:
As vidas de Oliver (Ewan McGregor) e do seu pai Hal (Christopher Plummer) alteram-se radicalmente quando o segundo, seis meses depois de ter ficado viúvo, assume duas coisas totalmente inesperadas: que é homossexual e que se encontra num estado avançado de uma doença terminal. Com esta consciência de mortalidade, Hal começa a viver intensamente o tempo que lhe resta, encontrando disponibilidade para viver um grande amor com um homem mais novo, reformular a sua relação com o filho e, acima de tudo, encontrar a serenidade interior que nunca havia antes encontrado.
Algum tempo após a morte inevitável de Hal, Oliver conhece Anna (Mélanie Laurent), compreendendo, finalmente, o verdadeiro significado do amor. Assim, compreenderá todo o alcance dos ensinamentos que o pai lhe tentou transmitir naqueles últimos meses de vida.
Realizado por Mike Mills, e inspirado na sua própria vida, uma comédia dramática que mostra como na vida e no amor nunca é tarde para um recomeço. 



Não gostei nada.
Parado, paradinho, sem acção, muito fraco.
Para mim não descreve o amor, nem nada que se pareça.
O amor é emoção, alegria, paixão, diversão, e sabe-se bem quando se sente.
Desilusão completa.

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Não gosto mesmo nada

De pessoas que agem de má fé, e que não tem respeito pelos outros.
Ganhei um creme, num sorteio da nossa Pretty in Pink, pela altura do Natal.
E desde essa altura que troco emails com a BEAUTY SECRETS, mail para cá, mail para lá, é para a semana, é creme que está na alfândega, é isto é aquilo.
Resultado, não recebi nada, e os últimos emails que enviei, nem resposta tiveram.
Acho uma falta de respeito pelas vencedoras e pela organização dos sorteios, tal e qual como aconteceu com a "Árvore de Natal".
Se não querem oferecer os produtos não se disponibilizem, porque só perdem potenciais clientes com estas atitudes.

Desafio das Cores





quinta-feira, 16 de maio de 2013

Que belo dia

Acabo de chegar a casa toda molhada, que nem um pinto.
O que não é nada bom para a minha constipação.
Continuo ranhosa, mas já sem dores de garganta nem de cabeça.
E hoje fico assim.
Cá para mim, vou ter que ir calçar as galochas, para a chuva que está aí.

Vamos ajudar




A nossa Luana continua a necessitar da nossa ajuda. Se puderem e conseguirem:

No próximo dia 25 de Maio... no IKEA Bazar... no IKEA de Loures, estará a nossa amiga Carla Marina a fazer a recolha de bens e produtos que possam disponibilizar.



No dia 26 ou 27, ela própria (a Carla Marina) vai a Castelo Branco entregar em mãos, tudo o que se conseguir angariar.A lista do bens e produtos mais necessários que foi fornecida pela mãe da Luana:



Fraldas a etapa 5 da marca branca Pingo Doce.
Toalhitas de marca branca Lidl,Continente ou Pingo Doce.

Farmácia:
-Bebegel ou microlax criança
-Cebiolon
-Protovit

Papas:
A Luana come qualquer papa que não tenha pedaços sólidos (tipo Estrelitas) senão engasga-se :
Costumo comprar papa para fazer com leite e outra para fazer com água, ambas de marca branca.

Produtos de higiene:
Gel de banho da Aderma porque a pele dela é super sensível.
Creme gordo (uso Dove )
Shampoo Johnson

A nível de roupa :
A Luana veste a partir dos 7 anos e quanto mais confortável melhor, pois ela passa desde as 9 da manhã até ao deitar, sentada na cadeira adaptada.
Calçado a partir do 27 dependendo do tipo de formato, e claro quanto mais confortável melhor. O pé direito já tem uma acentuada deformação.

Parte lúdica:
Uma coisa que a Luana adora e é capaz de passar horas a fazer é ver livros de histórias.
Para o computador já que ela tem um swicth adaptado necessita de vários programas:
Grid 2 

-Letras e palavras 
-Números da Mimocas
- A prender com os números
- Jogos do Ursinho
-O Jogo da Mimocas
-O comunicar com símbolos
-Escrita com símbolos 

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Manhã de pinturas

Para comemorar ao dia da Família, a escolinha da Pimpolha pediu às famílias para irem à escolinha pintar os muros, para embelezar aquilo.
Como o tempo não ajudou as pinturas foram feitas dentro da sala, em papel.
A Pimpolha ficou triste, e eu também, seria muito mais giro fazer ao ar livre.
Mas foi uma manhã divertida, em que todos participaram.
A pequena queria era pintar, estava eufórica.
Enquanto todos tentavam fazer casas, sol, flores, a minha só esborratava, e pintava, pintava, cores sobre cores e efeitos.
Tenho uma pequena Picasso.


sexta-feira, 10 de maio de 2013



Mais uma vista ao Hospital

Ontem tive no Hospital com a minha mãe a tarde inteira, fazer exames e tal.
E hoje vamos voltar para lá.
Já deixei a Pimpolha na escolinha e agora vou buscar a minha mãe.
Temos que estar lá as 11h, para fazer uma biopsia.
Não penso que seja nada de mal, por acaso estamos as duas optimistas, e não é nada a nossa maneira de ser, mas o médico tranquilizou muito a minha mãe, e como ela me explicou as coisas, também fiquei mais confiante.
E pronto, tem que ser, vamos lá embora.

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Doçaria


Ontem foi dia de provar as tão famosas queijadas.
Não gostei.
Quem me conhece sabe que sou muito gulosa, não digo que não a um doce, mas estes não me convenceram.
Fiquei tão desiludida, pois pensei que fossem uma perdição e afinal, para mim, não são nada de especial.


quarta-feira, 8 de maio de 2013

Serão de pipocas




Sinopse

Inspirado em fatos reais. Adam (Joseph Gordon-Levitt) tem apenas 27 anos e descobre que está com câncer. O problema é que ele não fumava, não bebia e foi difícil entender porquê foi aparecer um tumor em sua vida. Mas para ajudar a enfrentar essa pedreira ele vai contar com a ajuda de seu melhor amigo Kyle (Seth Rogen), um cara muito alto astral, e também de uma analista (Anna Kendrick) que não é de se jogar fora. Dessa forma parece até que suas chances de sobrevivência em torno dos 50% não tão ruins assim. Será que não mesmo?
Adorei o filme.
Lindo.

Ai, a miúda, ai, a miúda.

Temos ao lado de casa um chinês, que por acaso os donos são nossos vizinhos e a mulher é a única que é muito simpática, pergunta sempre pela Pimpolha e fala sempre muito bem.
A Pimpolha adora ir visitar o chinês.
Ontem pediu muito para que fossemos, e eu lá cedi.

Pimpolha: Vamos ao chinês.

Anita: A mãe não tem dinheiro, por isso não vais pedir nada, não tenho dinheiro nenhum, tá bem.

Pimpolha: Não quero comprar nada, só quero ver.

Entra no chinês e vai muito despachada à vizinha que está ao balcão.

Pimpolha: Não tens moedas que me dês, mas muitas, é que a minha mãe não tem nada.

Pronto, fiquei de todas as cores, a chinesa ria, e lá lhe deu umas moeditas.
Pimpolha toda contente com as moedas e lá foi despachada ver os brinquedos.

Pimpolha: Mãe, já tenho muitas moedas, já posso comprar muitas coisas.

Anita: Filha, isso não dá para comprar nada, vamos embora.
           Vamos a casa e vou buscar dinheiro e compras uma coisinha.
           Vamos embora.

Pimpolha olhando para as moedas e olhando para mim, vai directa a vizinha outra vez;

Pimpolha: A minha mãe diz que isto não dá para comprar nada, colocando as moedas no balcão.
                 Vamos embora.

A chinesa que só se ria, lá lhe disse para ela escolher umas gomas.
A Pimpolha radiante, escolheu as gomas, lá foi agradecer à vizinha e encheu-a de beijos e abraços.

Nunca mais entro no chinês com ela.

segunda-feira, 6 de maio de 2013

O meu miminho (2)

Hoje cheguei a escolinha tinha outro miminho na parede das actividades.
Os pequenos tiverem que escolher a mãe, numa revista, alguém que identificassem como sendo parecida com a mãe e fazer uma um texto para falar da mãe.
A Pimpolha identificou-me como a Andreia Rodrigues, e o texto era mais ou menos assim:

"A minha mãe é linda.
Tem sapatos muito giros.
Gosto de ir ao parque com a mãe.
Adoro a sopa da mãe.
A mãe tem o cabelo muito grande e castanho.
Tem muitos relógios e pulseiras e empresta-me.
A mãe é minha amiga."

Ohhhhhhhhhhh, que coisa boa.
Adorei, fartei-me de rir e claro, emocionei-me.
A minha pequena está a crescer a olhos vistos.

O meu miminho






Desafio das Cores