segunda-feira, 30 de maio de 2016

Cá por casa

Tudo ranhoso.
Também com este tempo não admira.
Põe casaco, tira casaco, tá calor, tá frio...
Enfim, a ver se ficamos todos bem, principalmente o mais pequeno, que é o que me preocupa mais.



quarta-feira, 25 de maio de 2016

Hoje é dia

Da festa de final de ano da Pimpolha.
Vai ser um arraial cheio de alegria e muita comida.
A Pimpolha vai subir ao palco para cantar, em conjunto com a sua sala uma canção.
Vai ser muito giro, espero que seja um final de tarde em grande.

terça-feira, 24 de maio de 2016

Que tempo este?!

Este ano tem sido, tira roupas, guarda roupas, volta a por roupas.
Que se passa com o tempo, não há maneira de estabilizar.
Temos uns diazinhos de sol, ficamos ao rubro e logo de seguida lá vem novamente o frio e a chuva.
Não há quem perceba e aguente este tempo.
É que eu fico logo mais bem disposta e até parece que fico menos cansada quando há um solinho.



quarta-feira, 18 de maio de 2016

Recta final

Parece mentira mas a escola está prestes a acabar.
Como este ano passou a correr.
A Pimpolha está a fazer fichas e mais fichas de preparação para as fichas de avaliação, serão as últimas deste ano.
Estão a chegar as férias grandes.



terça-feira, 17 de maio de 2016

quarta-feira, 11 de maio de 2016

2 anos

É um dia muito triste, pois faz-me reviver e relembrar como tudo se passou.
Parece que já se passou tanto tempo, mas ao mesmo tempo consigo recordar-me de tudo, como se tivesse sido ontem.
Não tem sido nada fácil, não ter-te aqui, continuo a espera de acordar deste pesadelo e ver-te perto de mim.
Dói muito minha mãe, olhar para o Pimpolho e saber que não o vais pegar, não vais cuidar dele, ele não te vai conhecer, não vai ter o privilégio de estar contigo, de chamar-te, de ser teu neto...é uma dor imensa.
Gostavas tanto de meninos, ias ficar tão feliz com o teu netinho, ias ficar tão feliz, ias andar sempre a perguntar o que é preciso, o que lhe faz falta, coisa que sinto tanta falta, de alguém que se preocupe com o que faz falta, o que é necessário, o que é essencial ter.
Olho para o Pimpolho e vejo-te, acho-o tão parecido contigo, mas depois acho que não é, apenas sou eu a querer que seja parecido contigo, mas a C. um dia destes ao ver uma foto dele, disse que parecia a avó, fiquei tão feliz, por não ser apenas eu a ver-te nele.
Apesar de estar muito feliz com o novo membro da família, continuo a sentir um vazio enorme, vazio esse, que sei que nunca vai ser preenchido, nunca vou conseguir ser feliz a 100%, pois faltas tu nessa minha felicidade.
Mãe, estou e sinto-me tão sozinha, não tenho ninguém que me ouça, que me perceba, como tu, que me dê na cabeça, quando é preciso...fazes-me tanta falta, até do teu mau feitio...tenho tantas saudades do teu toque, da tua mão na minha...continuas tão presente em mim, nos meus pensamentos, no meu coração.
Tenho tantas saudades tuas...


terça-feira, 10 de maio de 2016

O calor, o calor

Quem me mandou a mim guardar as roupas de inverno, os casacos, os casacões, as botas, os botins, as galochas, os edredões, as mantas.
Quem me mandou ir buscar as roupas leves, os vestidos, os calções, a roupa fresca, a roupa de cama mais leve, as sandálias, as sabrinas.
Que me manda ser um precipitada de primeira e estar desejando o bom tempo, o calor, o sol...

sexta-feira, 6 de maio de 2016

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Onde foi o sol???

O sol andava por aqui e estava tão bom.
Parece que fico mais bem disposta, melhor, não sinto tanto o cansaço.
Hoje já esta este dia farrusco e por aqui está frio...
Preciso tanto de sol.


terça-feira, 3 de maio de 2016

Hoje

É dia de ir ao médico, saber a evolução do Pimpolho.
Gosto muito de lá ir, para saber tudo.
Ele é que não acha grande piada, pois viram-no e levantam-no, fazem-lhe de tudo, mas ele também não se fica e deixa sempre uma recordação nas batas das enfermeiras ; )