segunda-feira, 30 de junho de 2014

Dor maior

Nem quero imaginar a dor, o sofrimento de perder um filho.
Eu perdi a minha mãe e só eu sei a minha dor, o meu sofrimento, o desespero...
Se perdesse a minha Pimpolha, nem consigo imaginar como seria.
Só de pensar nisso, dói, parece que me falta o ar.
A minha mãe perdeu um filho, e o sofrimento dela era enorme, a sua dor era uma coisa sem explicação, eu sofria com a sua dor.
Só espero nunca conhecer nem sentir uma dor deste tamanho, pois não ia aguentar, e a vida deixava de fazer sentido.

quinta-feira, 26 de junho de 2014

De lábio inchado

Ontem foi um susto daqueles.
A Pimpolha caiu no chão, não sei como não partiu os dentes, abriu o lábio, fartou-se de chorar, de tremer e eu ainda estava pior que ela.
Muito sangue, muita lágrima.
Continua com o lábio inchado, mas já não se queixa de dores.
A minha menina, fiquei tão aflita e tão nervosa.

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Exames feitos

E a mamografia está feita e as ecografias também.
Pela conversa do médico não tenho razões para me preocupar.
O nódulo que tinha continua igual, tenho um pequeno mioma no útero, que precisa de ser vigiado.
Mas o médico descansou-me e nada de stresses.
E assim já estou mais descansada em relação a este assunto.

segunda-feira, 23 de junho de 2014

As nossas férias

E já lá vão.
Foi muito bom, deu para descansar, descontrair, passear, comer muita porcaria e tentar divertir, sorrir e aproveitar os bons momentos.
A Pimpolha este sempre radiante, andava feliz da vida.
Foi uma semaninha boa.



























23 de Julho

E parece que chegou o Inverno por estas bandas : (
Que tempo horrível.


sexta-feira, 13 de junho de 2014

Férias

E chegou a nossa semana de férias.
Já estava tudo marcado há imenso tempo.
A minha mãe estava feliz por irmos para esta zona tão agradável e estávamos ansiosos por esta semana.
Não estou com grande vontade de ir, mas acredito que vou gostar e que me vai saber bem, mas vai-me custar ver que ela não está presente, que não vai aproveitar connosco, e como ela gostava desta semaninha de férias.
A Pimpolha vai adorar, pois passeio, praia, piscinas é com ela ; )
Até ao meu regresso.

Para quem tem feriado



quinta-feira, 12 de junho de 2014

Farta de tangas

Tenho saudades tuas etc e tal, já não consigo ouvir frases destas, quando sei que são ditas da boca para fora.
A minha mãe já morreu há um mês, três meses que esteve internada, e hoje encontro aquele "amigo", que soube do sucedido e envia-me uma mensagem pelo facebook, pelo facebook, é preciso que se perceba, um melhor amigo, que conviveu com a minha mãe durante 20 anos e envia-me uma mensagem pelo facebook a dar-me os sentimentos e nunca mais disse nada.
Hoje encontrei-o, o que é normal, pois vive no prédio ao lado e diz que tinha saudades minhas, eu sorri e apressei o passo, que estou atrasada para um sitio, a minha vontade era manda-lo à merda.
Há pessoas que não prestam para nada e eu perdi tanto tempo com gente assim.

quarta-feira, 11 de junho de 2014

1 mês de saudade


Tanta, mesmo tanta.
Por vezes parece que isto é um sonho e que vou acordar e que nada disto é real.
Sinto a tua falta, o teu cheiro, a tua voz, a tua mão, até do teu mau feitio.
Dava tudo para que aqui tivesses.
Fazes-me tanta falta.

quinta-feira, 5 de junho de 2014

O meu melhor amigo

O meu homem tem sido um grande companheiro, amigo, confidente, tudo e tudo.
Tem me dado muita força e todo o apoio que tenho precisado.
No dia que me telefonaram a dar a noticia da minha mãe, eu passei-lhe logo o telefone para ele falar, porque soube logo o que era, e não tive forças para ouvir o que me iam dizer, ele ouviu, chorou e eu já a chorar e em desespero total, ele só me abraçava e dizia que tinha que ter calma e que a minha mãe não me queria ver assim, e que até podia ser engano, que tínhamos que ir ver se era verdade.
Engano não era, mas a sua atitude para que eu não ficasse assim, tem sido um apoio extraordinário, esteve sempre comigo e nunca me deixou sozinha, foi comigo tratar de tudo, burocracias e tal e esteve sempre presente, foi um apoio enorme.
E continua a ser, ele sabe que não está a ser nada fácil, porque para ele também não está, ele não fala muito para eu não me ir mais abaixo, mas as vezes lá deixa escapar que tem muitas saudades dela, e tem, eu sei que tem.

terça-feira, 3 de junho de 2014

O dia dela

Muita brincadeira, muito doce, muita alegria.
O presente dos pais, mas que eu é que tive que fazer, porque o meu homem não se aventurou, ela adorou.







segunda-feira, 2 de junho de 2014

Hoje

Ainda se festeja o dia da criança.
Na escolinha a festa, a diversão é hoje.
Insufláveis, brincadeiras.
Quando lá chegou ficou radiante.
E ainda vai receber a prendinha feita pela mãe ;)